Peixe-elétrico #02


Fredric Jameson, Carlos Guilherme Mota, David Oubiña, Elias Thomé Saliba, Inés Azar, Lina Meruane, Leyla Perrone-Moisés, Maria Elisa Cevasco, Rafael Guendelman & Bruno Rodrigues [2 years ago]

Peixe-elétrico #02 Book CoverFaça o download ou leia online Peixe-elétrico #02 - Fredric Jameson, Carlos Guilherme Mota, David Oubiña, Elias Thomé Saliba, Inés Azar, Lina Meruane, Leyla Perrone-Moisés, Maria Elisa Cevasco, Rafael Guendelman & Bruno Rodrigues livro grátis (PDF, ePub, Mobi), Nesta edição de Peixe-elétrico:

A estética da singularidade – FREDRIC JAMESON
Fredric Jameson volta a pensar a arte contemporânea em texto publicado originalmente na revista New Left Review. Autor de um estudo que influenciou gerações posteriores – Pós-modernismo, ou a lógica cultural do capitalismo tardio –, o grande intelectual norte-americano analisa algumas manifestações culturais para notar o caráter de singularidade que a arte pode estar tomando. Como sempre, Jameson utiliza em sua análise um arco bastante amplo de exemplos: da culinária à economia, passando pelo cinema e pela literatura.

Introdução ao pensamento de Fredric Jameson – MARIA ELISA CEVASCO
Principal especialista brasileira na obra de Fredric Jameson, Maria Elisa Cevasco apresenta o ensaio “A estética da singularidade” e publica uma longa entrevista com o autor. Tradutora de Jameson para o português, Cevasco esclarece os principais pontos de sua obra e aponta alguns caminhos de interpretação.

Uma verdade revolucionária – LINA MERUANE
Autora do romance Sangue no olho, a escritora chilena, descendente de palestinos, Lina Meruane publica um conjunto de crônicas descrevendo sua visita à Palestina em busca de suas raízes familiares. Com o mesmo estilo tenso de seus textos de ficção, as crônicas traduzem bem a situação palestina, o clima de opressão e preconceito que cerca um dos povos mais marginalizados do mundo contemporâneo.

Fotos da Cisjordânia – RAFAEL GUENDELMAN
As fotos de Rafael Guendelman ilustram não apenas o conjunto de crônicas de Lina Meruane como toda esta edição da Peixe-elétrico: eloquentes e ao mesmo tempo profundas, mostram a cor e o rosto da Palestina.

Knausgård e a arte da autoficção – LEYLA PERRONE-MOISÉS
Sempre atenta à literatura contemporânea, Leyla Perrone-Moisés analisa a obra do escritor norueguês Karl Ove Knausgard, decifrando os mecanismos de composição da série Minha luta, apresentando inclusive as possíveis razões do sucesso de público dos livros. O texto é exemplar da concepção de resenha que Peixe-elétrico cultiva.

Revolução conservadora – ELIAS THOMÉ SALIBA
Uma nova e polêmica abordagem da história do Brasil – a passagem do Império para a República – nos é apresentada em resenha do livro do historiador Marcos Costa. Saliba encontra as raízes dessa ideia, bem como sua originalidade e limites.

O Tempo domesticado – CARLOS GUILHERME MOTA
Se a biografia é um dos gêneros mais difíceis para um historiador, o que dizer então da autobiografia? Mota apresenta o rascunho inicial de sua futura autobiografia, no qual abre para o leitor dilemas epistemológicos e afetivos para se lidar com o próprio passado vivido.

As matemáticas em Borges – INÉS AZAR
A crítica argentina radicada nos Estados Unidos aprofunda o estudo das bases teóricas matemáticas que permeiam a composição de diversos textos do grande autor argentino Jorge Luis Borges. Situa assim o autor juntamente com a revolução no campo da física ocorrida no início do século XX e nos apresenta o que há de original na forma como ele entendeu essas mudanças no campo do saber.

Borges e o cinema – DAVID OUBIÑA
Jorge Luis Borges começa a perder a visão quando surge o cinema moderno. No entanto o crítico de cinema argentino David Oubiña revela o quanto Borges foi um entusiasta do surgimento do cinema e como, paradoxalmente, essa limitação ao cinema antiquado marcou os rumos da construção de uma obra literária moderna.

A educação pela pedrada – BRUNO RODRIGUES
Partindo de uma análise das manifestações de 2013, o ensaísta tenta compreender como as novas mudanças no panorama editorial brasileiro influenciam a própria concepção de cultura, ao mesmo tempo em que avalia a queda para o oficialismo que no geral tem dominado a literatura brasileira contemporânea.

O contemporâneo entre tapas e beijos – RICARDO BARBERENA
O artigo procura mostrar as dificuldades que um crítico literário enfrenta ao lidar com o texto contemporâneo. Além das dificuldades inerentes à própria análise de uma obra, o que está em jogo quando se trata do contemporâneo é um objeto que sequer foi inteiramente conhecido. Como estudar o que não se compreende por inteiro?

Are you looking for Ebook Peixe-elétrico #02? You will be glad to know that right now a Peixe-elétrico #02 PDF is available on our online library. With our online resources, you can find Peixe-elétrico #02 or just about any type of ebooks, for any type of product. Read Online Peixe-elétrico #02 eBook here.

We have made it easy for you to find a PDF Ebooks without any digging. And by having access to our ebooks online or by storing it on your computer, you have convenient answers with eBook Peixe-elétrico #02. To get started finding Peixe-elétrico #02, you are right to find our website which has a comprehensive collection of ebook listed. Our library is the biggest of these that have literally hundreds of thousands of different products represented. You will also see that there are specific sites catered to different product types or categories, brands or niches related with Peixe-elétrico #02 eBook PDF. So depending on what exactly you are searching, you will be able to choose ebooks to suit your own needs.

PEIXE-ELéTRICO #02

Not rated yet